domingo, setembro 16, 2007

Desiderius Erasmus Roterodamus



O que aprendi numa semana:

Tudo o que dizem que o programa Erasmus é, É MUITO MAIS!

Nestes últimos dias têm se passado tantas e tão fantásticas coisas que se torna difícil escrever pois nem sei por onde começar. O mais importante penso que são sem dúvida as amizades. Começa-se a formar um grupinho que se se mantiver assim, vai ser para durar. Mais tarde regressarei a este assunto e aprofundarei individualmente os intervinientes. A própria cidade de Paris começa-nos a sufocar com tanta oferta da eventos e exposições, ficamos sem saber para onde nos virar.

Como começa a ser difícil descrever tudo o que se passa, vou passar a descrever as novas fotos que podem ver AQUI.

As primeiras são do dia de ontem. Fomos ao Quartier Latin, não se passou nada de especial, vimos muita animação, a ponte das artes, Notre-Dame e assim... Mas Regra nº1 de Erasmus, a Festa nunca acabou. E ao chegar à residência à noite encontrámos outros portugueses que também chegávam e reunimos na cozinha do 3ºandar ( como sempre ) e lá fomos para o convívio. Estas são as primeiras fotos.

Depois seguem-se as fotos do dia de hoje (à tarde), como o RER B não funcionava quando lá chegámos tivemos de descobrir o fantástico mundo dos autocarros para podermos ir para Hotel de Ville a fim de vermos essa gloriosa exibição de Rugby Portugal-Nova Zelândia.
Perto do fim levantei me e deixei de ver o jogo porque já não aguentava mais o sofrimento 108-13...

Enquanto isto, passava na rua ao lado a TechnoParade que consiste em muitos jovens franceses (não quero dizer deliquentes para nao estereotipizar) seguirem atras de camiões que debitam muitas centenas de décibeis numa sequencia de mais ou menos Tugnz Tugnz Tungz Tungz Tungz Tungz Tugnz. Isto durante 12h seguidas e pelas ruas de paris. Está então documentada esta grande festa do Techno.

Este fim de semana é o fim de semana aberto em Paris o que quer dizer que muitos dos "monumentos" nacionais que estão normalmente fechados hoje estão abertos enatão eu e o Ivan (aquele tmais moreninho) tentámos ir ao eliseu, ao que parece mais um milhão de pessoas teve essa ideia e quando lá chegámos a fila era só de 5 horas. Bem passeámos nos um pouco pelos campos elisios e regressámos à cité universitaire.

Regressádos à cité convidei o pessoal a vir cá jantar (ao restaurante claro) e eles apareceram, viram todos a residência e o meu quarto e depressa ficaram deprimidos pelas condições em que vivem! ;) E quando fomos jantar 20:34 deparámo-nos com uma bela surpresa, o restaurante aos sabados encerra às 20:30.. Mas quem é que janta das 18:30 às 20:30? Só se forem os Japoneses e por causa do fuso horário. Lá tivemos nos de ir para Paris p.p.d. procurar um sitio para manjar. Como diria o João JÁ SE TRAÇAVA QUELQUE CHOSE!

Surgiu me a ideia daquele que deveria ser o desporto nacional frances (que segundo a responsavel de relacoes internacionais da ESG é esperar em filas) que é comer em frente ao Pompidou. Lá fomos nós, eramos bastantes porque muitos portugueses da residencia vieram connosco e mais tarde juntaram-se ainda mais erasmus da ESG. Os portugueses vieram embora, e entretanto uns amigos franceses da Irene apareceram e nós pedimos para nos levarem a um pub fixe, o que eles fizeram, com umas voltas lá pelo meio, mas encontrámos um sítio porreiro onde passámos um bom bocado. Quem disse que os franceses não são amigáveis devia conhecer estes "mecs".





Depois a nossa aventura acabou em tentar descobir como regressar a casa de autocarro à noite, sendo que o Tiago não descobriu como faze-lo (é o N15 e o N51) e teve de ir para a casa da Marianne (Grega). :p Ah e também perdeu as chaves. lol, só coisas boas!

E pronto assim tem sido a difícil vida de um estudante erasmus. Temos de aproveitar estes dias em que as aulas ainda não começaram. É já na segunda que iremos ver o que nos espera.


Todas estas fotos podem ser vistas em http://byneca.com/fotos/paris5

Continuem a comentar que fazem bem à saúde e ao ego!

beijos e abraços,
neca.

3 comentários:

Anónimo disse...

Boa farra.

Parece que ainda continua a haver alguns problemas com o controle de horários, logo fominha ou, pior, comida foleira...

Divirtam-se

pai

sarita disse...

Priminho,

que bom receber toda esta literatura no meu ecrã para saber como os teus dias vão passando!

continua em grande,
beijos,
sara

Veiga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.